Sobre amizade

Quanto mais o tempo passa, mais aprendo sobre amizade.

Houve tempos em que eu achava que tinha muitos amigos, aqueles que estão conosco nos finais de semana, que dividem lágrimas e risadas, coisas em comum, horas de conversa jogada fora.

Mas hoje, com um pouco mais de experiências e vivências pude chegar a algumas conclusões.

Amizade é puro amor. E como todos sabem, amor é um estágio que vem depois da paixão. Quando amamos estamos dispostos acima de tudo a perdoar, respeitar e preservar a liberdade do outro.

O amor só quer bem, então está disposto a abraçar, mas também a corrigir quando é necessário. Quando amamos não suportamos ver o outro tomando caminhos suspeitos, de imediato já gritamos “Cuidado”. Isso é amizade também, ter esse espaço no coração do outro, para demonstrar nossa preocupação. Mesmo que as vezes de maneira torta, pois nossa humanidade nos faz assim, nem sempre falamos as coisas da melhor forma.

Mas os amigos verdadeiros tem uma outra característica muito importante, eles vibram com nossa felicidade como se fosse a deles. Você percebe quando alguém não te ama, quando ao ver o brilho no seu olhar a única reação é de inveja e acidez.

Quem nunca levou “um tapão na cara” de alguma pessoa assim? Você está lá todo feliz, radiante por alguma razão e vem um ser vivente e diz algo improdutivo, maldoso e invejoso. Com o tempo vamos aprendendo a enxergar isso e é inevitável concluir que em certos “lugares” não existe amizade mesmo.

Só um amigo verdadeiro suporta nossa felicidade.

Amigos são tesouros. São aquelas pessoas que a vida colocou no nosso caminho e escolhemos como família. Nem sempre estarão nos aniversários e mega eventos da nossa vida, mas toda vez que pensarem em amor lembrarão de nós, nem sempre poderão sair para aquele almoço ou jantar semanal, mas vão parar tudo que estão fazendo para ir nos salvar em alguma situação de necessidade. Nem sempre vão dizer o que queremos ouvir, mas vão nos amar tanto ao ponto de falar a verdade na nossa cara, mesmo que doa…e dói.

Amigos vão nos amar além das diferenças e normalmente são muitas. Vocês nunca precisarão de circunstâncias para nutrir a amizade. Não serão amigos porque são do Grupo X ou Y, mas porque são necessários um na vida do outro.

E quando você pensar na sua velhice, vai com certeza enxergar aquelas pessoas do seu lado, rindo das situações inevitáveis que o fim da vida traz consigo.

Ter amigos de verdade é ter a certeza de que aprendeu o que significa a gratuidade do amor.

E para fechar com chave de ouro, compartilho esta cena do filme Sex and the City 1, onde uma amiga atravessa a cidade na noite do ano novo apenas para dizer a outra “Você não está sozinha”.

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s