Reinaugurar

Certa vez escutei um pregador católico dizendo que certas pessoas nos levam a falência, enquanto outras nos reinauguram.

Estava pensando nisso hoje.

Falência é o fim de algo, a palavra vem do latin “fallere”, que significa  faltar.

Falir é chegar ao fim antes da hora planejada, é ser surpreendido com uma situação pela qual não se está preparado.

Pessoas são capazes de nos levar a falência quando nos levam a total descrença, quando não nos valorizam, quando nos roubam de nós mesmos, quando produzem em nós inseguranças, medos, egoísmos.

Mas sinceramente não vou gastar muitas palavras com explicações sobre as falências que experimentei, mas gostaria de partilhar a alegria da reinauguração.

Reinaugurar é renovar, é trazer de volta algo.

Muitas pessoas me reinauguram, mas hoje em especial existe alguém que mesmo sem perceber é capaz de me trazer de volta a mim.

São coisas tão simples como um sorriso, uma palavra, a presença, a amizade, o companheirismo, as semelhanças e as diferenças também.

O que é isso senão o próprio amor? Querer estar perto de alguém que me reinaugura e desejar intensamente reinaugurá-la também. Isso não é amar?

Em tempos de tanta superficialidade nas relações, me sinto abençoada e privilegiada por perceber as coisas dessa forma.

As vezes me pego sorrindo sozinha… é um sorriso leve de quem experimenta algo novo, de quem se sente reinaugurada.

O que posso dizer…

obrigada.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s